Precisa de atendimento no sistema de saúde pública, mas não sabe como marcar consulta no SUS? Saiba quais os documentos e requisitos são necessários para marcar uma consulta através do SUS, aqui neste artigo.

Como marcar consulta no SUS

O Sistema Único de Saúde (SUS) pode ser utilizado por qualquer cidadão brasileiro de forma gratuita, independente de cor, raça, gênero e etc. Para ter acesso ao atendimento e conseguir marcar a consulta no SUS é necessário ter registro no sistema, através de um cartão com o número do cadastro individual.

 

Cartão SUS

O cartão do SUS é disponibilizado ao usuário de forma gratuita e para marcar a consulta é obrigatório o uso do mesmo, ou seja, fazê-lo é o primeiro passo para utilizar seus serviços. Para se cadastrar e fazer o seu cartão é necessário procurar a unidade básica de saúde mais próxima de sua casa (UBS) ou Núcleo de Regulação Controle e avaliação (NRCA).

 

Os documentos necessários para fazer o cadastro e adquirir o cartão são: CPF, RG, certidão de nascimento ou de casamento e comprovante de residência.

 

Caso você já tenha feito e perdido o referido cartão, a 2º via do cartão SUS digital fica disponível para impressão no Portal do cidadão do Ministério da Saúde.

 

Marcar Consulta no SUS

Após estar com o cartão em mãos, você poderá marcar a consulta no SUS e passar por atendimento com o médico clínico. Isso pode acontecer no mesmo dia ou realizando agendamento para a data mais próxima disponível.

 

Na data marcada para a consulta, o paciente deverá chegar ao local com pelo menos 15 minutos de antecedência ao horário agendado. Na consulta com o médico clínico, o cliente poderá ter seu caso de saúde solucionado ou em caso de necessidade, ser encaminhado para um médico especialista.

 

Para ter acesso ao atendimento especializado, será necessário que o paciente marque uma nova consulta com o guia de encaminhamento em um órgão NRCA (Núcleo de Regulação Controle e Avaliação), pois somente desta maneira, será permitido o atendimento no SISREG (Sistema de Regulação da Secretária de Saúde).

 

Depois desse novo processo de agendamento de consulta no SUS e atendimento, o cliente pode vir a obter alta dos serviços oferecidos pelo sistema, ou, ser encaminhado para outras unidades de saúde, como clínicas conveniadas, hospital base, instituto de neurologia ou cardiologia, tratamento em reabilitação, entre outros.

 

Lembre-se, é de suma importância que mesmo após ter o seu problema resolvido, o paciente procure por um posto de saúde próximo a região onde reside para que possa fazer o acompanhamento.

 

Como podemos observar, o atendimento no SUS possui diferentes níveis de atenção à saúde, começando pela atenção básica (posto de saúde) onde é possível marcar a consulta no SUS, e podendo chegar até mesmo ao atendimento em uma determinada área especializada (mastologia, obstetrícia, endocrinologia, neurologia, infectologista e outras) com o posterior acompanhamento junto à unidade básica de saúde (UBS).

 

É importante também que as pessoas procurem pelo Programa Saúde da Família (PSF), que é um órgão composto por uma equipe multiprofissional, que conta com médico, enfermeiro, auxiliar e técnico em enfermagem, além dos agentes comunitários de saúde, que realizam o acompanhamento dos integrantes da família nas Unidades Básicas de Saúde, e tiram duvidas quanto aos serviços do SUS e a forma de realizar o agendamento da consulta.

 

E você? Já marcou alguma consulta pelo SUS? Que tal compartilhar suas experiências com nossos leitores.

Como marcar consulta no SUS